Você precisa: ler Martha Medeiros

SAMSUNG CAMERA PICTURES

A primeira vez que cruzei meus caminhos com a companhia das palavras de Martha Medeiros foi no ano passado. Lembro que voltava da faculdade devorando Um Lugar na Janela (o qual fiz até um post aqui no blog) e acabei me apaixonando por essa gaúcha leve, leonina e viciada em Woody Allen.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Eu a conheci através da minha mãe – também leonina – que insistiu muito para que eu lesse. Na época, eu tinha vários livros na fila esperando para serem lidos, mas fiz uma pausa nos meus para iniciar o dela. Ainda bem que fiz isso. Me tornei, assim, mais uma fã dessa incrível escritora.

lançamento

Martha Medeiros é cronista, escritora, poetisa, jornalista, já foi publicitária, é simpática, inteligente e bem-humorada. Hoje escreve para os jornais Zero Hora e O Globo e lança livros bons um atrás do outro.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Recentemente terminei “A graça da coisa”, uma reunião de crônicas da autora entre os anos de 2011 e 2012. Sempre focada na realidade, ela cativa o leitor com seu carisma, sua escrita direta e as manias de toda mulher. Os textos variam de temas, desde indicações de filmes, exposições e músicas, à reflexões sobre a vida e casos ouvidos por aí. É uma leitura rápida, para descansar a cabeça e abrir aquele sorriso toda vez em que terminar uma crônica.

Lançamento de Felicidade Crônica, Liberdade Crônica e Paixão Crônica na Travessa Ipanema no dia 22 de setembro.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Fui pega de surpresa pela manhã na segunda feira com um tweet da livraria Travessa sobre o lançamento com sessão de autógrafos dos novos livros da Martha Medeiros. Fui correndo avisar minha mãe, que infelizmente não pode ir, mas é claro fui de fã e representante da mãe assumida. Nesse momento do texto, eu paro para agradecer a minha amiga Luiza, que aturou engarrafamento, sete quarteirões a pé e uma hora e meia na fila comigo: muito, muito obrigada pela companhia, pela conversa e pelo trabalho de fotógrafa.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Chegamos na Travessa e estava lotado. Todo mundo de livro na mão, esperando para poder ter breves um ou dois minutos com aquela pessoa que dá um prazer danado de ler. Já falei logo com minha amiga que aquela seria uma boa oportunidade de me ver nervosa e gaguejando, pois é assim que eu fico quando chego perto de qualquer pessoa que admiro mesmo que remotamente (o que não era o caso).

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Depois de enfrentar a fila gigante, consegui um autógrafo para mim no meu primeiro livro dela (desculpa, mãe, mas agora o livro é meu) e para minha mãe nos livros de lançamento. O papo foi rápido e, mesmo assim, ela foi simpaticíssima. Comentei que adorei o sotaque dela, que estava li pela minha mãe também que não pode ir, que atravessei a poça (ou a Baía de Guanabara, se preferir) só para estar ali, que Um lugar na Janela foi o primeiro livro que li dela e o primeiro que entrou n meu coração. Tudo isso em um minuto rápido, mas especial, em que ela foi só sorrisos, educação e simpatia.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Se tiverem a chance de conhecê-la, por favor, o façam. Comecem, portanto, lendo suas palavras publicadas. Já será um ótimo ponto de partida.

Obs: Nº 23 – Ter um livro que eu gosto autografado.