Cinema francês: cinco filmes, todos os gostos.

Volto a indicar filmes aqui no Andanças e Devaneios com uma lista dos meus filmes franceses preferidos por gênero. Alguns são conhecidos, outros nem tanto, mas todos valem a pena!

Comédia – A Família Bélier (2014)

590648Sinopse: Paula (Louane Emera) é uma adolescente francesa que enfrenta todas as questões comuns de sua idade: o primeiro amor, os problemas na escola, as brigas com os pais. Mas a sua família tem algo diferente: seu pai (François Damiens), sua mãe (Karin Viard) e o irmão são surdos. É Paula quem administra a fazenda familiar e que traduz a língua de sinais nas conversas com os vizinhos. Um dia, ela descobre ter o talento para o canto, podendo ingressar em uma escola prestigiosa em Paris. Mas como abandonar os pais e o irmão?

Coloquei o filme como comédia, mas só pela sinopse já dá para entender que tem um pezinho, ou melhor, pezão no drama, né? Mas o filme arranca boas risadas e sorrisos largos sim! Terminei de assistir com uma sensação boa de um filme que superou as expectativas por ser simples e muito, muito, muito legal. Super indicado!

Romance – Amor ou Consequência (2003)

504909Sinopse: Tudo começa quando Julien, ainda criança, oferece a Sophie uma lata em forma de carrossel. A partir deste momento estão dependentes do outro para sempre. Cada vez que um devolve a lata ao companheiro, este tem que cumprir uma tarefa. Se no início são provas inocentes da amizade que nutrem, começam rapidamente a tornar-se provas de amor. Quanto mais longe vão, mais intenso é o seu amor, mais perversas são as tarefas.

Eu amo esse filme. Muito. Sempre que me pedem indicação de romance esse é o primeiro ou um dos primeiros títulos que eu falo. Capaz de você assistir e nem achar tudo isso porque muita coisa na história já pode ser considerada “batida” (história de amor entre amigos, né?), mas ainda assim eu considero um filme bem diferente para o gênero. A química entre o casal é evidente (não é à toa que os atores são casados, têm filhos e são lindos juntos), a trilha sonora é ótima, dá para rir e chorar, enfim, apenas se entregue e assista!

Musical – Canções de Amor (2007)

20157096Sinopse: O filme, um musical, acompanha a história do jornalista Ismael que namora a bela Julie e vive um romance a três com Alice. O triângulo amoroso será interrompido por uma tragédia que muda os rumos da trama.

Sobre um musical o que conta mesmo é falar das músicas, né? Pois são lindas! As composições são muito bonitas, assim como as melodias, e casam perfeitamente com a narrativa. São, definitivamente, canções de amor. A história, com personagens marcantes, é envolvente, intensa, mas ao mesmo tempo é um filme fácil de ser assistido e compreendido. Prepare-se para terminar o filme e correr pro Youtube para ouvir as músicas sem parar!

Drama – A Bela Junie (2008)

a_bela_junie_jpg_290x478_upscale_q90Sinopse: Junie (Léa Seydoux) é uma garota de 16 anos que se mudou após a morte de sua mãe. Ela passa a estudar na mesma turma que seu primo Matthias (Esteban Carvajal-Alegria), que a apresenta aos demais colegas. Todos os garotos logo desejam sair com June, mas ela escolhe o mais calado de todos, Otto Clèves (Grégoire Leprince-Ringuet). Porém logo Junie descobre o grande amor de sua vida: Nemours (Louis Garrel), seu professor de italiano.

É um drama que fala de amor e de como pode ser muito fácil e ao mesmo tempo dificílimo amar outra pessoa. Com um toque trágico, sem perder a sensibilidade, o filme traz diferentes perspectivas sobre o início de um novo amor, assim como o fim do mesmo. A diferença entre os personagens envolvidos na trama, principalmente em relação a como lidam com o que sentem, é um grande destaque e sustenta bem a história. Se segurem que a bad vai te pegar com esse filme!

Terror/Suspense – Mártires (2008)

224772Sinopse: França, começo dos anos 70. Lucie uma garota de 10 anos, esteve desaparecida por um ano quando é finalmente encontrada numa estrada, louca e desorientada, sem conseguir contar o que aconteceu. Seu corpo apesar de maltratado não tem indícios de violência sexual, então é levada a um hospital onde se afeiçoa a outra garota chamada Anna, que passa a cuidar dela e estreitar os laços de amizade para que supere a experiência traumática que viveu. 15 anos depois, Lucie está completamente fora de controle, em busca dos responsáveis por todo aquele sofrimento, envolvendo Anna em acontecimentos com consequências imprevisíveis.

Tá, já vou avisando que não é um filme fácil. É bem pesado e perturba o seu psicológico até não poder mais. Porém, é muito bom! Possui um dos finais mais inteligentes que eu já vi em filmes, sendo muito preciso e surpreendente. Tudo em Mártires é um baita soco no estômago, por isso creio que é o tipo de filme que ou você odeia ou você ama. Vale ressaltar: fizeram um remake americano – pra  variar – do filme, então, cuidado! Vejam o original!

Siga o blog nas redes sociais:

Facebook ♦ Twitter ♦ Instagram ♦ Tumblr ♦ Skoob Goodreads ♦ Filmow

 

Anúncios

3 comentários em “Cinema francês: cinco filmes, todos os gostos.

O que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s